Pearl Jam em Curitiba por M. Drugba

De todos os shows que eu já vi na minha vida, raras vezes tive a oportunidade de testemunhar uma apresentação tão completa como a que o Pearl Jam realizou na semana passada aqui em Curitiba (para ser mais preciso, quarta-feira dia 9 de novembro no estádio do Paraná Clube). Uma banda sem preguiça de tocar, um verdadeiro desfile de boas canções e um bom lugar para realizar a apresentação. Aliás, sobre o lugar, sempre achei que shows em estádios de futebol são muito mais legais que aqueles feitos em lugares “alternativos”. Parece que o formato arena é feito sob medida para shows. Acho que todos os que estiveram lá gostaram muito do lugar. Tomara que essa idéia de frutos e Curitiba tenha um “novo” lugar para realizar shows de grande porte.

Mas sim, sobre o show. Bem, como eu estava dizendo, o lugar foi apenas mais um elemento para compor a belissima apresentação. Depois da banda de abertura, os veteranos do “X”, que só foram realmente aplaudidos quando Eddie Vedder subiu ao palco para cantar junto, a banda principal entrou. A primeira mudança no setlist foi a música de abertura “Go”, do disco “Vs” de 1993, que incendiou o lugar. Uma abertura a altura de um bom show de rock. A segunda música, “Arms Aloft”, era totalmente desconhecida para mim. Até cheguei a achar que era uma inédita, mas na verdade se tratava de um cover da banda Mescaleros de Joe Strummer. A canção era boa e não desanimou, pois foi imediatamente seguida por outro classico do disco “Vs”, “Animal”, que novamente colocou fogo no público. Outra música até então desconhecida foi a quarta tocada “Olé”, essa sim uma canção inédita que deverá estar no próximo disco. Depois de todas essas surpresas, a banda começou a executar clássico atrás de clássico, começando pela belissima balada “Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town”, seguida do hit “Corduroy” presente no álbum “Vitalogy” de 94, “Given to Fly” que levou todos ao delirio, outra linda balada “Dissident”, a agitada “The Fixer”, do mais recente trabalho de estúdio e o inesquecível clássico do primeiro disco “Even Flow”.

Nesta parte do show, outra grata surpresa, talvez a canção do grupo que eu mais goste, “In Hiding” do disco “Yield” de 1998, sabiamente incluída pela banda no repertório desta apresentação. Sinceramente, eu nem esperava ver a banda tocar essa, mas aconteceu e foi graças ao excelente costume da banda de variar seus setlists, aliás, coisa de quem é muito bom no que faz. Nesta primeira parte do show o PJ executou ainda: a inusitada “Setting Forth”, canção que abre o disco solo do vocalista Eddie Vedder, “Not for You” também do “Vitalogy”, a mais ou menos “Red Mosquito” e três inspiradas canções do mais puro rock n´roll: “Got Some” do disco “Backspacer” de 2009, “Word Wide Suicide” de 2006 e a excelente “Porch” do álbum “Ten” de 1991.

Para começar o primeiro bis, mais algumas belas baladas, “Just Breath” de 2009, “Off He Goes” do disco “No Code” e uma das melhores canções da banda, “Unthought known” também de 2009. O espetáculo seguiu com “Supersonic”, “Breath” e as antigas “Black” e “Jeremy” que levantaram todos os presentes. Nova pausa e a banda volta para o segundo bis com “Betterman”, “Leaving Here”, a raríssima “Footsteps”, os clássicos “Once” e “Alive” e a surpresa que na minha opinião valeu o ingresso sozinha: “Baba O’Riley” do The Who. Finalizando com chave de ouro esta memorável apresentação, a banda ainda tocou “Yellow Ledbetter”, bonita canção presente na compilação “Lost Dogs” de 2003.

Anúncios

9 comentários

Filed under cultura

9 responses to “Pearl Jam em Curitiba por M. Drugba

  1. Pena morar longe, uma boa banda.

  2. “Pearl jam rulles”

  3. Não existe nada a ser explicado. O texto é só aquilo que vc consegue extrair dele e nada mais…

  4. Filipe Bonan

    Parabéns pela resenha cara!!! Vi o link na comunidade do Pearl Jam no orkut e decidi dar uma passada aki. Vc conseguiu reproduzir bem o q senti tb nas apresentações q assisti em 2005 e 2011 no Rio. Esse repertório d Curitiba foi matador, semelhante ao q senti no Rio em 2005, o desse ano foi bastante alternativo, porém um belíssimo show com a energia oficial do Pearl Jam!!! hehehehe!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s